Segundo o rapper Kanye West, muitas gravadoras têm contratos que proíbem seus artistas de falarem sobre Jesus.

A declaração foi dada durante a apresentação do Sunday Service na VOUS Church, em Miami (EUA), onde o cantor disse que vários artistas que trabalharam em seus álbuns gospel (“Jesus is King” e “Jesus Is Born”) estavam aliviados por poderem declarar o nome de Jesus.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE“Eles têm contratos por aí que dizem ‘você não pode dizer Jesus’.

Quando estávamos trabalhando nesse álbum, as pessoas vinham ao estúdio apenas para dizer ‘Jesus’ tão alto quanto queriam”, revelou o cantor.

West também criticou a busca desenfreada pela fama, aceitando contratos que compram as almas dos artistas.

“O diabo levou todos os produtores, músicos, designers.

Ele nos mudou para Hollywood, nos levou para Nova York.

Perseguindo estátuas de ouro.

Literalmente assinando um contrato e vendendo nossas almas”, continuou.