Uma câmera de segurança gravou imagens que mostram que o avião ucraniano abatido pelo regime iraniano no dia 8 de janeiro foi atingido por dois mísseis, disparados com um intervalo de 30 segundos, culminando na queda da aeronave.

O jornal “New York Times” divulgou o vídeo afirmando ter verificado a autenticidade das imagens que circulam nas redes sociais e que foram veiculadas por outros meios de imprensa, como o canal de TV Al Arabiya.

فيديو جديد يظهر إطلاق صاروخين على #الطائرة_الأوكرانية في #إيران بينهما 30 ثانية pic.

twitter.

com/mLQzFqU7OP— العربية (@AlArabiya) January 14, 2020Com a queda do avião, os 176 passageiros que estavam a bordo acabaram morrendo, causando também uma forte reação da população iraniana contra o regime ditatorial islâmico.

Um primeiro vídeo já havia levantado a hipótese de o avião ter sido alvejado, o que levou o Irã a assumir a responsabilidade, afirmando ter sido um acidente.

O presidente iraniano, Hassan Rouhani, chegou a chamar a queda do voo 752 da Ukranian Airlines de “erro imperdoável”.