Bryan Flanery serviu ao Exército dos Estados Unidos


Nos Estados Unidos, um ex-combatente, que serviu ao Exército no Afeganistão, passou a testemunhar sobre a ação de Deus em sua vida. Flanery Bryan era ateu, mas mudou de ideia após ter sido salvo de uma tentativa de suicídio.


O militar não conseguia se livrar dos traumas da guerra. Em entrevista ao Pure Talk, ele relatou que tomou dois comprimidos para que conseguisse morrer.


– Eu me sentei na cama, sorrindo pela primeira vez em dois anos, porque sabia que tudo estava quase acabando – disse.


Foi então, que um soldado entrou e viu que Bryan estava morrendo. O colega de quartel quase nunca conversava com ele, mas naquele dia resolveu procurá-lo para uma partida de videogame.


– Deus salvou minha vida – afirmou Flanery.


O militar passou a acreditar que a chegada do colega foi uma intervenção divina. Após o episódio, Bryan começou a servir na instituição cristã REBOOT Combat Recovery, que promove auxílio para ex-combatentes e seus familiares, que precisam se recuperar de danos emocionais.