Anderson do Carmo e Lucas se desentenderam por causa de atitude do rapaz


A cantora e deputada federal Flordelis teria dito que desconfia que o filho Lucas dos Santos, de 18 anos, esteja envolvido no assassinato do pai, segundo a revista Veja.


– Ele não morava com a gente desde o ano passado. Aí aparece nas câmeras da rua com duas mochilas por volta das 3 da manhã. Entra e sai da casa em minutos, de mãos vazias. O Lucas não tinha o hábito de aparecer sem avisar – conta.


Quando questionada se acredita na possibilidade dele ter participação no crime, ela teria confirmado com a cabeça.


Segundo Flordelis, as mochilas que Lucas levava no dia do assassinato foram localizadas, mas ela não entrou em detalhes porque o processo corre em segredo de justiça.


A parlamentar ainda revelou que as desavenças entre o pastor e o filho adotivo eram por causa de atitudes de Lucas.


– Eles tinham problemas por causa dos erros do Lucas. Aos 14 anos, meu filho roubou uns relógios que o irmão colecionava, pôs para vender e nós descobrimos. Como a situação era grave, meu marido bateu nele como corretivo. Hoje está no tráfico.


Em nota divulgada pela assessoria da parlamentar, Flordelis nega que tenha apontado Lucas como um dos envolvidos no crime. Ela confirma os problemas do rapaz mas ressalta que em momento nenhum afirmou que isso seria um possível motivo para o assassinato.


Sobre o filho Flávio, que está preso assim como Lucas, Flordelis diz não acreditar que ele tenha algum tipo de envolvimento.


– Não sei. A história não bate. Ele foi um dos primeiros a chegar ao meu quarto depois dos tiros. Saiu atrás da polícia, mas não encontrou a “patrulhinha”. Já preso, me deixaram falar com ele rapidamente no telefone. Chorava, chorava, e só disse: “quero que as pessoas te deixem em paz, mãe”.


O CASO


O pastor Anderson do Carmo foi assassinado na madrugada de domingo (16) na garagem de casa, em Pendotiba, Niterói (RJ). O laudo mostrou 30 perfurações pelo corpo, a maior parte nas costas, peito e região da virilha.

Anderson era casado há 25 anos com Flordelis, pastora e deputada federal pelo Rio de Janeiro. Sempre ao lado da esposa, ele atuava como secretário-geral do PSD no Estado. Dois filhos da pastora estão presos preventivamente, Lucas dos Santos, de 18 anos, e Flávio dos Santos Rodrigues, de 38 anos.


O mais velho assumiu ter efetuado seis tiros. Lucas teria ajudado comprando a arma, mas não estaria em casa no momento dos disparos. Os agentes ainda estão investigando os pontos contraditórios.


Um terceiro filho teria afirmado, em depoimento, que não ouviu discussão, barulho de carro ou moto em fuga. Que quando chegou na cena do crime encontrou o irmão Flávio próximo ao pai, caído.


Ele garantiu ainda que o celular de Anderson, que está sumido, foi entregue a Flordelis. Ainda em depoimento, o filho disse que o pastor já recebeu uma mensagem com ameaça de morte e uma das irmãs ofereceu R$ 10 mil a Lucas para que cometesse o crime. Flordelis e três filhas já teriam colocado remédios na comida de Anderson, por isso, sua saúde estava debilitada.