Alerta! Menina é intoxicada por brincar com slime

Produto pode conter materiais perigosos para a saúde


O slime, que tem feito tanto sucesso entre os jovens ultimamente, pode ser perigoso. É por causa do material que a filha de Cris Pagano, Valentina, está internada em um hospital de São Paulo.


– Ela apresentava um quadro de gastroenterite sem nenhuma razão aparente.

Todos os exames estão normais, hemograma e PCR inalterados, ultrassom e tomografia mostrando apenas um aumento e inflamação nos linfonodos intestinais. E hoje, depois de muitos dias de angústia, vendo ela piorando a cada dia – apesar do esquema fortíssimo de medicação para vômitos -, sem comer nada desde o início do quadro, veio o diagnóstico: envenenamento por bórax – relatou a mãe nas redes sociais.
Cris ainda explicou que a filha manuseava o bórax diariamente para diluí-lo em água e fazer o slime.


O alergista e imunologista Nelson Guilherme Bastos Cordeiro, do Departamento Científico de Dermatite Atópica e de Contato da Associação Brasileira de Alergia e Imunologia (ASBAI), afirmou à revista Crescer que o bórax é perigoso, mas encontrado no comércio facilmente. A substância também é a base de alguns produtos de limpeza, como sabão em pó e inseticidas.


– Todos os dias no hospital, eu estava fazendo slimes porque sempre que recebia uma visita, eu ganhava materiais. Enquanto eu mexia com isso, ele penetrava na minha pele indo para a minha corrente sanguínea – alertou a própria Valentina na internet.
Ela ainda disse que o médico só suspeitou do bórax quando viu o material no quarto do hospital.
– Mães, proíbam o uso nos slimes! O médico já avisou a Vigilância Sanitária, que informou já ter outras ocorrências – ressaltou Cris.

Categoria:Notícias